Reino de Maconge

DESTAQUES

D. CAIO JÚLIO CÉSAR DA SILVEIRA IV - PRIMEIRO E ÚNICO REI DE MACONGE.

D. MÁRIO SARAIVA DE OLIVEIRA

I VICE-REI DE MACONGE

[1978-1998]

D. OLAVO GODINHO

II VICE-REI DE MACONGE

[1998-2016]


D. ROBERTO DA SILVEIRA

III VICE-REI DE MACONGE

LICEU NACIONAL "DIOGO CÃO"

COMPONENTE DO EMBLEMA DE MACONGE

Ruina entregue pelo Governo da Huíla à Associação dos Antigos Estudantes da Huíla - Reino de Maconge.

REAIS PAÇOS DE MACONGE

Edifício inaugurado em 18 de Janeiro de 2003.

 
Click to edit table header
CEIA NACIONAL DE FARO
PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO

Na sequência do programa eleitoral sufragado em 18 de Junho de 2016, entendeu Sua Majestade D. Roberto da Silveira, Vice-Rei de Maconge propor às cortes Gerais, que em breve serão convocadas, alterações cirúrgicas à Constituição de 1999, adequando-a à realidade presente.

Por forma a explicitar melhor as alterações propostas e a discussão prévia das mesmas, foi feito um exercício, que parte da Constituição de 1999 e que assinala a preto rasurado o que é proposto eliminar e a vermelho o que é proposto acrescentar.

Estas alterações foram todas anunciadas no site de Maconge – Bambu, tendo sido agora agregadas, dando assim corpo ao que, Sua Majestade, ouvido o Conselho de Estado decidiu propor ao Reino Macongino.

Instamos todos os Maconginos a comentar e propor as alterações que julguem oportunas, utilizando para isso o site oficial de Maconge – Bambú.

Para ir para a proposta de alterações, clique aqui

Click to edit table header
Calendário das Ceias de  2019 
Click to edit table header
Faro - 19 de Janeiro
Lubango - 2 de Fevereiro
Aveiro - 23 de Fevereiro
Luanda - 25 de Maio
Lisboa - 25 de Maio
Click to edit table header
Viana do Castelo - 29 de Junho
Torres Vedras- 28 de Setembro
Portimão - 26 de Outubro
Leiria - 23 de Novembro

POEMAS DE MACONGE

Acabou de ser publicada neste site a versão revista e actualizada dos poemas de Valério Guerra sobre a temática macongina.
Podem ser visualizados através da aba "Maconginos"-"Poetas".

 
 
Recenseamento de Maconge
Na sequência da decisão tomada pelo Conselho de Estado em 2015, que instituiu o recenseamento de Maconge, vimos uma vez mais convidar os maconginos que ainda o não fizeram, a proceder ao seu recenseamento, preenchendo o formulário ao lado, seguido de um clique na tecla "enviar"
Os dados constantes do recenseamento são reservados, aparecendo como único elemento público o nome.
 
 
“COMPANHEIRO - OBRIGADO PELA TUA PARTICIPAÇÃO NA CONSTRUÇÃO DA BASE DE DADOS DO RECENSEAMENTO GERAL DE MACONGE.
APENAS O TEU NOME SERÁ DIVULGADO, COMO MACONGINO RECENSEADO. DE RESTO, TODOS OS TEUS DADOS PERMANECERÃO CONFIDENCIAIS E A ELES TERÃO ACESSO APENAS OS CONSELHEIROS DE ESTADO DESIGNADOS POR SUA MAJESTADE.
GINGA MALAIA!”
Oops. An error occurred.
Click here to try again.